Sunday, August 2, 2009

1º post direto de Vancouver!

Parte I - A Saída

Um monte de gente foi deixar a gente no aeroporto! Família e amigos queridos que vão fazer muita falta mesmo! Na hora da despedida, tentei me controlar e só fiquei com os olhos molhados enquanto mãe e sogra se desmanchavam...

Aí, na sala de embarque, não aguentei mais e chorei um bocado no ombro de Dani. Depois mais um pouquinho no avião... e sem entender direito o motivo, era mais um desabafo do que tristeza, saudade ou outras coisas. E depois ficou tudo bem.

Parte II - A chegada

Chegamos em Vancouver às 11h, como previsto. Não deu para dormir quase nada nas 17 horas de viagem, embora os voos tenham sido bons. Chegar de manhã é ótimo, pois o cenário é mesmo indescritível, com as montanhas e as incontáveis ilhas da região.

O aeroporto de Vancouver merece uma palavra. Cheio de monumentos e outras formas de arte, ele passa longe da impessoalidade da maioria dos outros aeroportos do mundo. É uma combinação perfeita de modernidade com o passado, evidenciando a história e a cultura dos nativos da região.

Na imigração foi rápido e tranquilo. Só havia a gente na categoria de imigrantes. Uma senhora nos recebeu e nos deu o welcome kit, com dois livretos cheios de explicações sobre o que fazer agora e a quem recorrer. Depois nos passou para um rapaz, um oficial da imigração mesmo, que fez a burocracia. Perguntou se tínhamos endereço e dissemos que só o da guest house, que é provisório. Perguntou se tínhamos telefone e dissemos que não. Ele perguntou algo do tipo "como assim não têm telefone?" e eu quase digo "será que é porque estamos chegando hoje?". Dani acha que ele era novato... Resultado: eles ficaram sem endereço e sem telefone da gente e nos deram um formulário para preencher e enviar o mais rápido possível para recebermos o Permanent Resident Card. Perguntamos se poderíamos retirá-lo em algum lugar e ele disse que não.

Uptade para as malas: foram dois mochilões de 20kg, um sacolão de 34kg e outro de 30kg que rasgou no zíper na hora que estávamos saindo de casa. Solução: colocar aquela proteção plástica. Nos EUA, a inspeção abriu e deve ter vasculhado essa mala, deixou um bilhete dizendo que era procedimento padrão e fechou a mala com um saco e fita adesiva. Não sentimos falta de nada.

Parte III - A guest house

Estamos adorando a nossa guest house! É pertinho do Queen Elizabeth Park, mas ainda não deu tempo de ir lá dar um passeio. Nosso quarto é pequeno, mas é limpo e confortável. O banheiro é a melhor coisa, super novo, todo branco, espaçoso e cheio de lugares para colocarmos nossas coisas.

Os donos da casa são um casal de chineses super simpáticos e disponíveis para ajudar. Pegamos um conversor de tomada com eles, pois aqui é tudo com aquela tomadinha de dois pontos achatada, sabem como é? A nossa é redondinha.

Podem deixar que assim que sairmos daqui eu deixo o contato no blog para quem quiser conferir (só não vou deixar agora por motivo de segurança mesmo).

Parte IV - Celebration of Lights

Saímos de casa umas 18h em direção a downtown. Levei Dani até a entrada do Stanley Park e ficamos lá um tempo passeando e conversando. A quantidade de pessoas passando por ali era enorme. A pé, de bicicleta, com cachorro, sozinho, com crianças, casais... Gente de todo tipo, toda idade, de todo canto do mundo. Também, com a temperatura que está fazendo... Ontem estava tão quente que vimos várias meninas andando na rua só de biquini.

Depois fomos caminhando junto com a multidão até a English Bay. Detalhe: o show pirotécnico só começaria às 10h da noite e às 7h30 a praia e o gramado já estavam tomados pelo povo. Encontramos um cantinho é lá ficamos por umas duas horas esperando a hora do show. E foi lindo demais! Eles colocam várias caixas de som na orla e fica tocando uma música em sincronia com os fogos.

Na volta, andamos uns 2,5km até chegar à parada do nosso ônibus. Havia uma fila e quando o ônibus chegou não teve espaço pra gente... Ficamos esperando o próximo - nem parou, estava lotado. O ônibus seguinte estava super tranquilo e até sentamos.

***

Bom, por enquanto é isso. Daniel vai escrever depois um post dizendo o que achou da cidade, já que é a primeira vez dele aqui.

Ah! E obrigada pelos comentários do post anterior! Se depender de torcida, nossa vida por aqui vai ser sim maravilhosa!

18 comments:

Juba e Dea said...

Ai gente, já está sendo maravilhosa! Eu não vejo a hora de fazer este tipo de passeio em Montreal.

abração e boa sorte em tudo
dea e juba

Nê & Lelê said...

OIe!!!

Estou aqui para desejar a vcs mta sorte e q vcs sejam ricamente abençoados por nosso divino Pai!!

Bjinhuuss

Renata, Dory, Olívia e Vítor said...

Oi Mari, muito bom saber de vcs!
O começo é cansativo e cheio de novidades, mas sempre temos coisas boas pra contar!
Estamos longe fisicamente, mas se precisar de alguma coisa, deixe um coment no blog com seu email que passo nossos telefones.
Bjs e boa sorte

Simone said...

welcome. Pra voces darem endereço pra receber os PRs pode ser por telefone, nós demos endereço depois tb,ligamos e passamos o endereço.

Sua vontade said...

Oi Mari e Dani,

Sejam bem vindos!
Qualquer coisa estamos por aqui.
Vou passar nossos fones e enderecos no email do seu blog.

Abracao, Neuzinha e Mauricio

Sara e Vitor said...

Oi Mari,

Que bom que a viagem foi tranquila! A despedida deve ter sido dura, não é mesmo? Penso muito nessa parte. Aiaiaiai...

Quero desejar, mais uma vez, muito sucesso para vocês, que vocês ejam muito felizes em terras canadenses! E sempre que puderem, nos mande notícias, ok?

Beijos,

Vitor

inertia said...

A gente tb não tinha endereço nem telefone e o cara tb deu esse formulario, mas disse que poderíamos atualizar o endereço e telefone pelo site mesmo.
O cara nem deu pra gente esse welcome kit. hehe :/

Pai dos trigemeos said...

Mari e Dani,
que emocionante ler sobre a chegada de voces! Que delicia estar em Vancouver! Que tudo continue correndo no azeite!
Agora que voces falam do Canada, o blog deveria passar a ser aqui do canada!
Abracao,
Octavio

Cris Schultz said...

Olá Mariana,
Que alegria acompanhá-los nesses momentos. Acho que o choro é resultado da grande ansiedade que vem sendo administrada durante todo o processo, das emoções de investir em uma vida que é incerta, apesar de ser promissora. Temos que admitir que quem imigra é gente de fibra, tem que ter muita, mas muita coragem e determinação pra viver td isso. É mágico, desafiador. Acho que chorar é o que tem de mais natural em td isso.
No meu blog há uma lista de blog´s que acompanho. Tem os que vivem no Brasil e os que vivem no Canadá. É muito bom cada vez mais eu ter que transferir os blog´s de categoria, agora o blog de vcs irá para: Vivendo no Canadá, isso não é o máximo???
Parabéns, estou muito feliz por vocês.
Coragem, lembre-se: passos firmes, de quem sabe onde quer chegar.
Cris

Anonymous said...

Que invejinha boa que sentimos agora, sabia? Que delícia tudo isso que vcs estão começando a viver juntos - sem dúvida bem diferente de viver sozinho e mais novo abroad... O que vai trazer muitas coisas boas pra vcs como pessoa e, sem dúvida, como casal.
Já estamos nos coçando pra visitá-los (rs).
Bjo gde,
Patricia e Rafa.

Patricia said...

Que invejinha boa que sentimos agora!!!!
Já estamos nos coçando pra visitar vcs :)
Aproveitem tudo, pq será muito diferente de viver "abroad by yourself", com certeza muito melhor, e maravilhoso para vcs como pessoa e, principalmente, como casal!
Bjo gde,
Patricia e Rafa.

EMN said...

Que bom, parabens para vcs!!! Que inveja saudavel de estar em Vancouver também... quem sabe meu dia chega ... muita sorte e felicidades para ambos

Sandro e Família said...

Oi Mari,

Não esquece de vir visitar os amigos aqui em Port Moody.

Sejam bem-vindos !!!

Abração

Márcio said...

Oi Mariana!

Queremos desejar para vocês toda a felicidade nessa nova etapa das suas vidas!

Continuem postando, hein?!

Abraços,

Márcio e Fabiana
www.queremosvivernocanada.blogspot.com

Ju said...

Mari!!

Seja bem vinda!! E pensar que eu ainda lembro daquele e-mail que vc mandou a 2 anos e meio pra saber como a gente tinha feito com a questão do casamento...antes de vcs terem o blog ainda!!=)

Fico feliz de vcs já estarem por aqui!! Agora é só começo da nova vida! Desejo tudo do bom e do melhor pra vcs! E assim que vcs vierem pra Ottawa avisa, tá? =)

Beijos,
Ju

César, Valéria, Lara e Anaclara said...

Vocês com certeza merecem toda essa felicidade e que Deus abençoe o futuro maravilhoso reservado a vocês no Canadá.

E a vida segue...

Temperatura Máxima no Canadá said...

Mais uma vez parabéns por essa conquista... vcs merecem tudo de bom.

Adorei o post, até eu me emocionei, apesar que nesses últimos dias meus nervos estão a flor da pele (pq será?..rsrs)

Deus ilumine esse novo lar de vcs, que a paz, a felicidade, saúde e prosperidade façam parte da vida de vcs. Estou super feliz por vcs. Parabéns!!!

Bjão

Rosi

Flores e Folhas said...

Oi casal!
Estou super feliz em saber noticias de vcs!!
Mari, desculpa não dei para ir até o aeroporto mas, fica sabendo a minha torcida é maoir que o campo do Nautico, que é nosso time!!!!!
Sim amiga, bom saber que ai tem tulipas, mande muitas fotinhas na primavera.
Fico aqui torcendo por vcs e sei que tudo vai dar certo.
Bjssssssssss
vera